Calçados Online

Com o enorme avanço que a Internet sofreu nos últimos anos, assim como a enorme facilidade do acesso à mesma em qualquer parte do Mundo, são muitas lojas e marcas que apostaram na presença online para facilitar, aumentar e até divulgar em maior dimensão o seu calçado online. Hoje em dia é possível comprar sapatos de inúmeras marcas e estilos diferentes através de um computador com acesso à Internet sem precisar de se deslocar às lojas, no entanto só o devem fazer se já conhecerem esse tipo de calçado, pois pode tornar-se uma má compra se não for bem feita.
São muitas as lojas que apostam na Internet para catapultar o número de possíveis clientes, com websites atrativos e que permitem às pessoas comprar o calçado pretendido sem precisar de sair de casa, são muitas as lojas que aumentaram as suas vendas graças à presença online.

Porém, quando as marcas não têm uma presença ativa no mercado online, essa aposta torna-se uma grande dor de cabeça, com muitas despesas e nada de lucro. Por isso, é essencial que as marcas tenham alguma interação com o seu público e sempre que existir necessidade devem retirar dúvidas que surgem aos possíveis clientes.
Porém, como em tudo que é feito através da Internet, é necessário alguns cuidados básicos para que nada corra da pior forma.

Em primeiro lugar é importante já conhecer a marca que vai comprar, pois assim consegue ter uma noção inicial se o sapato vai cair bem no seu pé ou se não se vai adaptar, pois existem algumas lojas que não aceitam devoluções. Escolha bem a marca e leia as condições de devolução.

Em segundo lugar é importante que tenha em atenção o número que vai comprar, pois muitas vezes o mesmo número pode variar em tamanho devido às características do próprio sapato e da marca em questão. Mais uma vez, tenha cuidado para o caso da loja não aceitar devoluções.

Deve ainda, para evitar fraudes ou situações financeiras complicadas, analisar muito bem a forma como o pagamento é feito, privilegiando sempre os envios à cobrança, para evitar problemas com cartões de crédito.
E por último, mas não menos importante, é importante ver as condições do envio do próprio calçado, pois podem ter algumas alíneas específicas que impossibilitam o envio para o nosso país ou mesmo um valor acrescido para enviar o calçado para a morada pretendida.

Deverá, em caso de dúvida, contactar sempre com a loja online para esclarecer todas as suas dúvidas e ver assim a sua compra ser realizada sem qualquer problema adicional.

No entanto, como em tudo na vida, existe sempre o lado bom das compras de calçados online, pois a qualquer momento, desde que tenha um computador com acesso à Internet, pode fazer a sua compra e esperar que a transportadora entregue a encomenda em sua casa. Este tipo de vantagem pode ser fantástica para quem não tem muito tempo para se dirigir às lojas físicas, principalmente pelo horário atribulado, pois as lojas online estão abertas 24h por dia. Sendo ainda vantajoso para quem tem alguma urgência na aquisição de um determinado modelo de calçado e não encontra nas lojas, pois algumas lojas online garantem a entrega do material em cerca de 48h.

Em suma, as lojas de calçado online podem ser uma mais-valia para todas as mulheres que têm um dia muito preenchido, com enormes dificuldades em encontrar tempo para visitar as lojas e fazer as suas compras de calçado. Porém, é importante que as compras online sejam feitas com base no conhecimento da marca e ainda da forma como esta procede ao envio do material para a sua casa. Deve ainda ter sempre em atenção a forma de pagamento, pois existem muitas lojas que não garantem a segurança necessária para pagamentos com cartão de crédito.

Sandálias Melissa

As Sandálias Melissa surgiram no mercado em 1979, através da marca de calçado Grendene e tiveram um enorme sucesso desde cedo, principalmente no Brasil. O crescimento exponencial no mercado adulto deveu-se principalmente à utilização de vários modelos por parte do elenco de uma famosa novela com quem todos se identificavam. Obviamente que foi assim que a linha de calçado de plástico avançou no mercado, mas foi essencialmente com a grande versatilidade e a inovação que a sua presença no mercado se afirmou com ainda mais força e mais vendas.

Em 1986, com a necessidade de alargar o seu público-alvo, começam a surgir modelos criados especialmente para o mercado infantil, com a criação das “melissinhas”, que fizeram um enorme furor nos mais pequenos. Durante largos anos os mais novos não queriam outro tipo de calçado para levar para a escola, principalmente porque é um calçado que assenta muito bem no pé, com um Design extraordinário.

Esta linha de sandálias, principalmente para o mercado feminino, tem uma grande influência no restante look da pessoa que as usa, principalmente porque estas são bastante inovadoras, usando sempre o plástico como o único material necessário para fazer um calçado de referência que todos querem usar.

Ao contrário do que se possa pensar, mesmo que a sua criação tenha grande incidência no público brasileiro, a sua venda tem sido feita por todo o Mundo, principalmente pela enorme versatilidade dos vários estilos criados, que permite que as mulheres que as usam tenham bastantes estilos e looks diferentes, pois as próprias sandálias adequam-se a várias tendências e estilos das pessoas.

Nestes quase 30 anos de presença no mercado, a linha Melissa criou mais de 500 modelos diferentes, principalmente para que todo o tipo de pessoas as possam usar, fabricando no total mais de 50 milhões de pares (vendo assim a dimensão da linha presente no mercado brasileiro), exportando mais 20 milhões para o restante Mundo, para os mais de 80 países que têm o privilégio de ter estas sandálias presentes no mercado.

O grande crescimento da linha de sandálias deveu-se principalmente à utilização das mesmas por artistas famosos durante alguns eventos de renome, impulsionando assim as vendas de uma forma exponencial.

As sandálias Melissa são apoiadas no grande avanço tecnológico que a indústria sofreu nos últimos anos, dando-lhe assim novas formas, novas cores e novos acabamentos. Atualmente utiliza o Melflex, um material termo-moldável, muito usado principalmente pela sua característica moldável, no entanto mesmo sendo resistente é muito confortável e dá um andar muito bom. Os acabamentos são feitos no processo 3DBÒ, um processo que permite fazer estampagem na superfície de toda a sandália, dando-lhe assim ainda mais oportunidades para inovar e modificar o estilo usado. A própria marca, e o fabrico dos modelos são feitos tendo por base o desenvolvimento sustentável, isto é, é uma rotina praticada ao longo dos inúmeros anos de presença no mercado tendo sempre por base o mínimo de consumo de energia necessário.

Em suma, se é uma mulher que gosta de ter nos seus pés algo de inovador e que se distingue da maior parte das sandálias básicas presentes no mercado, então a linha Melissa é o ideal para si. Sendo feitas de plástico permitem que sejam limpas ou mesmo lavas com muita facilidade, o que ainda dá mais vontade de as mulheres práticas e com rotinas pré-definidas as usem, porém, com tantos modelos diferentes para os mais diversos estilos é possível usar este tipo de sandálias independentemente do restante look que está a usar na altura. Se por ventura não encontrar uma loja de merchandising que venda este tipo de sandálias, existem muitas lojas online de onde poderá fazer a sua compra sem ter que sair de casa.

Sandálias Femininas

Assim que o Verão começa a dar graças de si, com os dias maiores, as noites fantásticas e um calor que apetece estar todo o dia na praia, as mulheres vão ao seu sapateiro e trocam os sapatos e botas pelas sandálias de verão que garantem um andar confortável e bastante arejado. Existem vários tipos de sandálias que pode usar de acordo com a situação e com o seu próprio estilo, desde as mais formais até às desportivas, ideais para levar para os seus dias de praia.

As sandálias, tal como acontece com a maioria do calçado, não devem ser usadas durante muitos dias seguidos, pois estas devem ter o tempo necessário para voltar à sua forma natural (que é modificada com o peso do corpo) e para respirar, não ficando com um cheiro incomodativo que acontece em qualquer pessoa, principalmente durante o verão. Para as sandálias com salto, é ainda necessário ter o cuidado de vigiar o estado do salto, pois durante o Verão as caminhadas serão ainda mais e com os saltos demasiado gastos pode resultar em problemas de saúde ou mesmo numa queda aparatosa.

Quando sai de casa para ir às compras é importante que vá com toda a vontade possível para demorar algum tempo, pois nem sempre vai encontrar rapidamente o que procura e pode por vezes demorar várias horas até encontrar algo que lhe preencha o gosto. Deverá ainda não se limitar a um estilo de sandália, com ou sem salto, pois é importante variar para a própria mulher se sentir valorizada e mudar o seu look consoante a disposição da senhora. Lembre-se que as sandálias podem ser usadas com praticamente todo o estilo de roupa, desde que, como é óbvio, escolha o tipo de sandália adequado para a roupa em si.

Felizmente hoje em dia qualquer loja de calçado tem um enorme leque de variedades, quer em estilo, cortes, cores e até material, para que a mulher possa fazer a sua escolha muito bem fundamentada. Mesmo que a mulher goste de seguir a tendência da moda do ano é importante que compre apenas as sandálias que se adaptem ao seu pé e que deem um andar confortável, pois ninguém vai gostar de andar com umas lindas sandálias e com os pés extremamente magoados.

Deverá ainda ter em atenção o material da própria sandália, pois se para ir para a praia pode usar algo mais mole e confortável, pois o próprio terreno assim o exige, para fazer caminhadas nos jardins públicos ou para passear nos centros comerciais deve usar algo diferente. Porém, mesmo nas sandálias de praia (geralmente as mais usadas são as famosíssimas Havaianas), é importante que a própria sola das mesmas seja extremamente forte e segura, pois nunca se sabe onde estará a pisar e se esta for muito frágil pode resultar num corte ou numa situação ainda mais complicada. Lembre-se que a poluição presente nas praias e até nas ruas pode ser uma grande complicação para quem anda frequentemente de sandálias.

Em suma, quando se fala em Verão e Mulheres, a primeira ideia que vem à cabeça é as sandálias, principalmente para aquelas mulheres que gostam de andar consoante a época do ano em que se encontram, e juntando a tudo isso gostam de valorizar as suas pernas.

Porém, algo que algumas pessoas se esquecem é que as sandálias vão deixar os seus pés completamente descobertos e disponíveis ao olhar de todos, por isso é imprescindível que estes estejam muito bem cuidados e sem qualquer tipo de problemas (como pele seca, bolhas ou até unhas encravadas). Relembro para o facto de que hoje em dia, as sandálias são usadas por mulheres de qualquer idade, por isso não deixe de usar, mesmo que já não seja uma jovem.

Botas Femininas

As botas são geralmente usadas muito mais durante o período de Inverno, onde a necessidade de evitar os pés molhados é muito maior e onde o frio ataca, principalmente quem passa imenso tempo fora de casa. Porém, existem uma infinidade de modelos diferentes, que são sempre adequados ao estilo da mulher e do look escolhido no dia-a-dia, no entanto existem algumas dicas básicas para escolher o melhor tipo de bota para si.

As botas variam ainda no formato, no material usado e na cor das mesmas. Porém, uma mulher com umas botas adequadas ao seu corpo, mesmo por cima das calças de ganga, fica sempre bastante bonita e de acordo com a moda presente.

Botas de cano curto ou Botins – hoje em dia este é provavelmente o estilo de botas mais usado pelas mulheres portuguesas, até porque se forem bem escolhidas adaptam-se a praticamente todo o tipo de roupa e a todos os estilos da própria mulher. Podem ser combinadas com a roupa em si, nomeadamente as calças de ganga de corte justo e afuniladas, dando assim um maior destaque à perna da senhora, ou usadas com um conjunto de saia e camisa que fica também muito bem.

Botas de cano médio – geralmente estas botas possuem um cano que vai até meio da canela da senhora, podendo assim ser usadas tanto por mulheres de estatura alta ou mediana. No entanto, para não dar demasiado destaque às pernas da mulher, não devem ser usadas por mulheres de estatura baixa, pois dão a sensação que a mulher é ainda mais baixa do que na realidade. Podem ser usadas com vestidos e saias, curtos ou médios, ou por baixo das calças de ganga ou de outro material.

Botas de cano alto – geralmente este tipo de botas vão até à zona inferior ao joelho, nunca tapando o mesmo para que possa mexer facilmente as suas pernas. Este tipo de botas podem ser usadas por todo o tipo de mulher, com vários estilos e com várias estaturas, sendo a combinação ideal, usar em conjunto com uma saia que fica logo por cima do joelho.

Botas de cano super alto – este tipo de botas estão a chegar em força ao nosso dia-a-dia, com imensos modelos e com presença em várias lojas de renome. Geralmente são usadas por cima do joelho, mas existem algumas que chegam mesmo a atingir o meio da coxa. Devem ser usadas por mulheres altas e magras, para que dê ainda mais destaque à sua silhueta. O mais aconselhável é combinar este tipo de botas com uma mini-saia a combinar. Durante imenso tempo este tipo de botas, para a sociedade portuguesa, teve uma conotação negativa, mas com a sua presença em imensos desfiles de moda, acabou por desaparecer e tornar-se super banal a sua utilização.

Galochas – são cada vez mais populares nos dias de hoje, com um grande número de lojas a aderir em força, com modelos exclusivos, extravagantes e bastante diferentes do que é normal. Este tipo de botas serve para qualquer tipo de mulher, podendo ser usadas com qualquer tipo de combinação de roupa. No entanto, são mais as jovens as que aderem a este tipo de botas, principalmente pela diferença e extravagância inerente.

Como se pode ver, existe um grande número de tipos de botas diferentes que devem ser usadas de acordo com a restante roupa e acessórios e sempre de acordo com o estilo da mulher. Algumas são mais confortáveis que outras, algumas possuem saltos altos, outras nem por isso. Por isso, se vai escolher umas botas faça-o de acordo com o seu dia-a-dia, com o tipo de deslocações que faz diariamente e ainda com o seu estilo pessoal.

Sapatos Femininos

Os sapatos são uma enorme preocupação para as mulheres, não só para o total conforto das mesmas, como para combinar com toda a toilet que deve estar sempre de acordo com os restantes acessórios e roupa usada. No entanto nem sempre são baratos, o que leva muitas mulheres a comprarem cada vez menos, principalmente num momento em que a crise económica teima em não largar o país e as famílias portuguesas. Por isso, vamos deixar algumas dicas para conseguir estar sempre bem arranjada, com os sapatos ideias, sem gastar muito dinheiro. Atualmente existem centenas de marcas de sapatos femininos, dando assim a possibilidade de comprar sapatos de vários estilos, cores e materiais a um preço razoavelmente baixo.

A primeira dica a reter é comprar sempre em função do que usa, em detrimento de seguir as tendências da moda, pois há algumas tendências da moda do calçado que não são muito confortáveis, principalmente para quem caminha bastante e os usa em demasia. É importante que privilegie o conforto à imagem, mesmo que seja importante que combine todo o seu look com os sapatos usados. Geralmente, o que faz os sapatos serem mais caros do que o normal é a marca que representam ou a linha de design que transmitem, pois existem algumas coleções que são limitadas e outras que seguem uma linha que apenas se usa durante um determinado período.

Existem vários tipos de sapatos que devem ser usados em concordância com o seu conforto e com o restante look, dos quais destacamos:

  • Ankle Boot – atualmente denominadas em Portugal de botins, são botas sem cano ou com cano mínimo até ao tornozelo.
  • Botas femininas– de cano médio (até meio da canela) ou de cano alto (no mínimo até ao joelho).
  • Mocassins – um estilo de sapatos bastante confortáveis que têm origem indiana.
  • Sandálias femininas – um calçado que é fixado ao pé através de fitas, pode ter ou não salto consoante a vontade da mulher.
  • Sapatilha – geralmente um calçado muito mais desportivo e extremamente confortável para garantir a comodidade na prática desportiva ou no dia-a-dia.
  • Peep Toe – um tipo de calçado que mostra, pelo menos, um dedo do pé.

Obviamente que a mulher deve adequar o tipo de sapato que está a usar de acordo com a estação do ano e com a restante roupa e acessórios, pois estes fazem parte de toda a sua imagem e são usados para proteger e fomentar a movimentação do pé da senhora. O próprio salto usado deve ser sempre analisado consoante o tipo de sapato e até a saúde da mulher, pois estes têm uma enorme influência na forma como o pé se adapta e na força exercida na parte inferior da coluna, o que para muitas mulheres é complicado de gerir. O mais aconselhável é que use sapatos de salto apenas em algumas ocasiões e não por muito tempo, pois com a frequente utilização pode resultar em dores musculares ou mesmo problemas de coluna bastante sérios.

A cor do sapato deve sempre ter tida em atenção por parte da senhora, sempre adequando ao restante look para que não se destaque em demasia ou passe completamente despercebido. É importante ainda que escolha o tipo de material adequado para o sapato, pois se os sapatos de pano são bastante confortáveis, apenas devem ser usados em algumas ocasiões e estações do ano. Ao contrário os sapatos de pele (cabedal, etc) devem ser usados de acordo com a restante roupa, pois têm um grande destaque para a atenção dada à perna da senhora e de toda a sua imagem.

Concluindo, o sapato da mulher deve sempre ser adequado à imagem apresentada pela mesma, por isso deve apenas escolher quais os sapatos a usar após ter escolhido toda a sua roupa e até os acessórios.